Publicado por: jromarq | 21/12/2009

Mais aumento do Kassab

Kassab aumentará tarifa de ônibus para R$ 2,70 em janeiro de 2010

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSDB/DEM), confirmou, neste domingo (20/12), que a tarifa de ônibus na cidade irá subir para R$ 2,70, a partir de 4 de janeiro de 2010. Ao justificar o aumento, Kassab recorreu ao pretexto de que a tarifa não sofreu reajuste nos últimos três anos. Questionado sobre a maneira como a população poderia reagir diante de mais uma majoração de preço de serviço público, nosso “ilustre mandatário” disse que espera compreensão. Pois bem. Lembram-se do “conteúdo” da campanha do Kassab à eleição para prefeito da capital, em 2008? Claro que todos lembramos (até mesmo porque é humanamente impossível olvidar tanta parvoíce, tanto sofisma, tantos impropérios, tanta manipulação, tantas inverdades…). Embora os estelionatos eleitorais aqui referidos não cheguem a causar nenhum pasmo, o fato é que o registro torna–se imperativo. Campanha eleitoral 2008, Kassab e Serra prometem, “não aumentaremos, sob hipótese alguma, as tarifas relativas ao sistema de transporte coletivo, quer seja metrô ou ônibus”; prometem ainda, “não aumentaremos, aconteça o que acontecer, o valor do IPTU”. Vejamos: desde o dia nove de fevereiro deste ano, quem necessita utilizar o metrô, em São Paulo, teve que se curvar ante a cobrança escorchante de R$ 2,55 pelo bilhete unitário (o bilhete custava R$ 2,40); em novembro, a câmara municipal aprovou, como sempre de forma submissa, o projeto do Kassab que prevê o incrível reajuste no valor do imposto predial equivalente a 60% para o próximo exercício (2010). Entretanto, um indecoroso escárnio são as clássicas justificavas apresentadas: “Precisamos dos recursos para cobrir os custos de operação e de manutenção do sistema”. Inacreditável. Ora, tais supostos custos acaso são insólitos; ninguém, em toda a administração municipal ou estadual, conhece as referidas despesas? Venhamos e convenhamos… Ao que tudo indica, querem nos convencer de que só tomaram conhecimento do fator custo em 2009, vários meses após a eleição. Lamento apenas pelos cidadãos incautos que se permitiram cair em tão evidentes esparrelas. Agora, teremos que deglutir, amargo e seco, o aumento da tarifa de ônibus. Afinal, talvez o Kassab tenha razão. Temos que compreender. Compreender os aumentos, as mentiras, os engodos, as falcatruas e, de quebra, as enchentes. Bela dupla: Kassab, na mira da PF; Serra, encalacrado até o pescoço com as propinas e os embustes da Alstom. O primeiro, quer ser governador; o segundo, presidente (“credo!”). Como diria um certo ex–presidente, “Assim não dá; assim não é possível!”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: