Publicado por: jromarq | 02/02/2010

Ferserkas

Resultado de malsucedidos experimentos genéticos realizados durante a ditadura militar, a criatura que aparece na foto acima é o famigerado Ferserkas; uma modalidade de mutante cujo genoma é pejado de informações associadas a fontes psíquicas e emocionais – tais como rancor, inveja, arrogância e preconceito. Desde o primeiro dia de vida até à fase adulta, Ferserkas perpassou o longo período da ditadura, convivendo com a escória aparelhada belicamente; com os piores tipos de facínoras institucionalizados. Não é muito difícil supor os traços de caráter e personalidade que Ferserkas foi adquirindo e acumulando com o decorrer dos tempos. O mutante acabaria se tornando “doutor” em sociologia (discípulo obstinado de Émile Durkheim, Burrhus Frederic Skinner, Nicolau Maquiavel e todos os mestres do positivismo), mas, anos depois, movido por um exótico rompante, renegaria, de forma insólita, tudo o que aprendera. Provavelmente acometido por algum tipo de TOC (Transtorno Obsessivo-Compulsivo), passaria a bradar pelos quatro cantos, de maneira um tanto irritante, a “antológica” frase “Assim não dá, assim não é possível…”. Teve uma rápida passagem pela esquerda – período em que se especializou em primorosas técnicas e táticas de trairagens sórdidas –, mas acabou pendendo, de modo definitivo, à direita neoliberal com todos os seus vícios e equívocos históricos. Foi secretário de finanças municipal. Durante sua gestão, Ferserkas conseguiu elaborar um engenhoso projeto que visava providenciar o desaparecimento de precatórios do município. Ocupou a pasta do ministério da saúde, tornando–se notório ao desenvolver curiosas habilidades com o propósito de se apoderar de projetos de terceiros (particularmente planos econômicos e projetos de lei). Chegou à presidência, conseguindo implementar a façanha de usurpar parte considerável do patrimônio econômico de seu país (por esse feito, tornou–se conhecido como o exterminador de estatais, o papa cofres públicos, o senhor das privatizações). Foi, também, governador, especializando–se, nessa época, na produção de enchentes e calamidades públicas diversas. Trata–se de uma criatura extremamente perigosa cujo alimento é o sangue dos eleitores. Seu propósito inarredável consiste em perpetuar–se  no poder a qualquer preço. Para tanto, não se deterá diante da possibilidade de lançar mão da perfídia e vilania como estratagemas de campanha; é assim que ele age, é de sua natureza. Portanto, todos precisamos ficar atentos. A espécie humana está ameaçada. É imperativo deter os intentos do Ferserkas. Vejam, logo abaixo, imagens raras com o registro do momento exato em que a criatura sofre a terrível mutação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: