Publicado por: jromarq | 18/03/2010

Mensalões do tucanato: Arrudão IV

Querem incinerar o Arruda para lavar o tucano

Finalmente o que todos esperavam, mas com uma boa dose de cautela e ceticismo: Arruda é preso pela Polícia Federal. A PF recebeu o mandado de prisão do governador; ele ficou detido, inicialmente, numa sala com cerca de 20 metros quadrados – “carinhosamente” apelidada pelos policiais de “Sala do Estado-Maior” por se destinar à reclusão de autoridades. Foi o STJ (Superior Tribunal de Justiça) que aceitou o pedido de prisão do governador juntamente com outras cinco pessoas pelo oferecimento de suborno ao jornalista Edson dos Santos, o Sombra. Os outros cinco integrantes da quadrilha: Geraldo Naves (DEM), ex–deputado; Weligton Moraes, ex-secretário de Comunicação; Rodrigo Arantes, sobrinho do governador; Haroaldo Brasil de Carvalho, diretor da CEB (Companhia Energética de Brasília); e Antonio Bento da Silva, conselheiro do Metrô de Brasília. Bento da Silva, por exemplo, no ato da prisão entregava mais de R$ 200 mil para Sombra. Segundo o jornalista, o dinheiro seria a primeira parcela de um montante superior a um milhão de reais. A contrapartida deveria ter sido um pacote de serviços que incluiria uma declaração afirmando que os vídeos que mostram políticos de Brasília recebendo dinheiro de propina foram manipulados por Durval Barbosa, o autor das denúncias. Em depoimento à Polícia Federal, Sombra diria que, além de Silva, Naves e Weligton foram interlocutores do governador. O jornalista ainda entregou aos policiais um bilhete escrito por Arruda como prova de envolvimento do governador na tentativa de suborno. Então, no dia 16 de março, veio o aparente golpe de misericórdia. Por quatro votos a três, o TRE do Distrito Federal decretou a perda de mandato de JR Arruda, sob alegação de infidelidade partidária. Os advogados de Arruda, óbvio, pretendem recorrer ao TSE, objetivando reverter a decisão; se obterão êxito ou não em seus intentos, é o que veremos nos incontáveis desdobramentos desse novelão tragicômico a refletir, quem sabe, o ocaso do tucanato. Contudo, essa não é a questão central; não é o ponto a que devemos nos ater.

Este é o último (pelos menos é o que espero) texto da série Os Mensalões do Tucanato que venho publicando deste o dia 21 de fevereiro. Quero deixar aqui algumas interrogações. A ruína, a queda de Arruda encerram o caso do mensalão do Democratas? O partido do Agripino, do ACM Neto, do Demóstenes Torres está isento, incólume de imputações? E quanto aos tucanos? Não eram os tacanhos e pusilânimes pássaros parceiros inarredáveis de Arruda? Arruda não foi líder de governo de FHC? O governador de Brasília não estava cotado para ser o vice na suposta chapa de Serra à presidência da república?  Arruda, ex–democratas, não é também ex–tucano? O Metrô de Brasília – e de Arruda – não mantém “negócios” suspeitos com o Metrô de São Paulo, de José Serra? Arruda e Serra acaso não são parceiros em negociadas com a obscura multinacional francesa Alstom Brasil? O que explica o silêncio da mídia em relação aos mensalões do senador Eduardo Azeredo (PSDB), governadora Yeda Cruzius (PSDB) e prefeito Gilberto Kassab (DEM)? Pretendem nos convencer de que essas e outras “ilustres” figuras de nossa cena política não se relacionam, que estão distantes e isoladas. Assim, rotulam a todos de incônscios obtusos. Portanto, não devemos permitir que o tucanismo miasmático empurre todas as suas excrescências para debaixo do tapete. A idéia, na verdade, é bastante simples. Querem incinerar o Arruda e, com suas cinzas, lavar o tucano. Internet neles!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: