Publicado por: jromarq | 24/07/2010

Dilma consolida vantagem

Pesquisa feita após a oficialização das candidaturas, mostra Dilma Rousseff com oito pontos percentuais à frente do tucano J Serra.

A candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff, lidera a disputa presidencial deste ano, surgindo com oito pontos percentuais de vantagem sobre J Serra (PSDB) – tanto no primeiro como no segundo turno – aponta pesquisa Vox Populi/Band/iG divulgada na sexta-feira. Dilma tem 41% das intenções de voto, enquanto Serra aparece com 33%. Marina Silva (PV), com 8%, ocupa a terceira posição. De acordo com a amostragem, José Maria Eymael (PSDC) surge com 1%. Os outros cinco candidatos não obtiveram pontuação. Os votos brancos e nulos somaram 4%, e 13% dos entrevistados ainda estão indecisos. A margem de erro é de 1,8 ponto percentual. Trata-se da primeira pesquisa nacional divulgada após a oficialização das nove candidaturas à presidência. Na sondagem anterior, divulgada no dia 29 de junho com a inclusão de 11 nomes, Dilma tinha 40% contra 35% de Serra e 8% de Marina. Os brancos e nulos somavam 5% e os indecisos 11%. A diferença entre Dilma e o tucano subiu de cinco para oito pontos. De acordo com o instituto, Dilma venceria Serra num possível segundo turno com 46% (o tucano teria 38% das intenções de voto). Na pesquisa espontânea, Dilma aparece com 28%, Serra 21% e Marina 4%. Dilma Rousseff tem seu melhor desempenho na região Nordeste, onde chega a 54% contra 24% de Serra e 5% de Marina. Dilma lidera tanto entre os homens quanto entre as mulheres. Ela tem 43% das intenções do eleitorado masculino contra 34% de Serra e 7% de Marina. No eleitorado feminino, Dilma tem 38%, Serra 32% e Marina 9%. Dado extremamente relevante: Dilma é a preferida em todas as faixas e níveis de ensino. Quanto à renda familiar, Serra está na frente, dentro da margem de erro, entre os que ganham mais de cinco salários mínimos com 37%; Dilma tem 36% e Marina 11% . A candidata do PT tem o menor índice de rejeição: 17%, contra 24% de Serra e 20% da senadora do PV. O instituto Vox Populi ouviu 3.000 eleitores entre os dias 17 e 20 de julho. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 19.920/10. Outro dado importante merece ser ressaltado. Não obstante o fato de Dilma continuar menos conhecida do que Serra (segundo a pesquisa, 63% dos entrevistados conhecem bem ou têm algumas informações sobre Dilma enquanto Serra atinge os 73%) a candidata do PT continua avançando de maneira sólida e consistente, o que pode indicar uma curva estatística de crescimento definitivo.

Aprovação de Lula mantém-se em 78%

Restando seis meses para o término de seu mandato, o presidente Lula continua com aprovação positiva equivalente a 78% dos eleitores. É o mesmo índice da pesquisa anterior, divulgada no dia 29 de junho. O Bolsa Família lidera o ranking dos programas do governo com melhor avaliação com 31%, seguido pelo Minha Casa Minha Vida com 22%. Segundo o instituto, 29% consideram o governo Lula ótimo, 49% bom, 14% regular/positivo, 4% regular/negativo, 2% ruim e somente 1% péssimo. A exemplo de pesquisas anteriores, a aprovação de Lula atinge o ápice no Nordeste, onde o presidente alcança 88% de avaliação positiva, 13% regular e apenas 1% ruim. O desempenho menos favorável de Lula é na região Sul, e mesmo assim com 71% de aprovação positiva.

Mais de 50% dos eleitores já
decidiram em quem votarão

A maioria dos eleitores brasileiros já decidiu em quem votar. De acordo com o levantamento, mais de 50% dos eleitores brasileiros não têm mais nenhuma espécie de dúvida sobre o tema. Segundo a análise do campo que lista os votos espontâneos, 55% dos eleitores sabem em quem irão votar. Do total, 28% declaram que, se a eleição fosse hoje, votariam em Dilma Rousseff. Outros 21% informam que votariam em José Serra. Como sabemos, o voto espontâneo recolhe as respostas sem qualquer orientação repassada pelo pesquisador. Os candidatos com menor visibilidade nas sondagens não receberam um só voto entre os pesquisados.

Cenário comparativo mostra
ampliação da vantagem de Dilma

Embora o quadro eleitoral esteja definido com o registro de nove candidaturas à presidência, a amostragem inclui um segundo cenário com apenas os três primeiros colocados, o que permite comparar a evolução dos candidatos em relação às pesquisas anteriores. Nesse cenário, a diferença entre Dilma Rousseff (PT) e J Serra (PSDB) subiu de cinco pontos em 29 de junho para sete pontos. Dilma mantém os 41% da pesquisa anterior, Serra caiu de 36% para 34% e Marina Silva (PV) oscilou positivamente de 8% para 9%. A margem de erro é de 1,8 ponto percentual. A evolução das pesquisas mostra que Dilma subiu de 29% em janeiro para 41% e Serra caiu de 38% para 34% no mesmo período. Já Marina se manteve estável, dentro da margem de erro. Ela tinha 8% em janeiro e agora tem 9%. Os brancos e nulos passaram de 12% no início do ano para 4%, e os indecisos oscilaram de 13% para 12%.

Anúncios

Responses

  1. Sostenes Barreto :: http://bit.ly/dxFWKa [RT no Twitter]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: