Publicado por: jromarq | 02/09/2010

Dilma condena calúnias

Oposição acusa sistematicamente sem provas

A candidata da coligação Para o Brasil Seguir Mudando, Dilma Rousseff, disse hoje em entrevista ao SBT Brasil que o bloco de oposição (DEM, PSBD E PPS) usa uma prática sistemática de acusar sua campanha sem provas. Questionada sobre as investigações da Receita Federal sobre o suposto vazamento de dados do imposto de renda de dezenas de pessoas no país, a petista disse que ela é a pessoa mais interessada no esclarecimento imediato.

“Eu não entendo as razões que levam o candidato da oposição a levantar contra minha campanha uma acusação tão leviana e sem provas. Em setembro de 2009 [quando teriam acontecido alguns vazamentos] minha campanha não existia e eu nem era candidata”, disse. “É importante que tenhamos cuidado com calúnia na eleição. Quero repudiar essa prática sistemática nessa eleição de fazer acusações e não apresentar provas. É uma falta de respeito. E eu não aceito”. Leia mais no blog oficial da Dilma…

Vox Populi: Dilma dispara e tem
26 pontos de vantagem

Na primeira pesquisa diária (tracking) encomendada pela Band e pelo portal iG ao Instituto Vox Populi, Dilma está na liderança com 51% das intenções de voto. O cenário de vitória no primeiro turno, mostra, ainda, o adversário tucano José Serra com 25% (ou seja, 26 pontos percentuais de vantagem para Dilma). A candidata do PV, Marina Silva, aparece na terceira posição com 9%. Os outros candidatos obtiveram, juntos, 1% das intenções de voto; Brancos e nulos somaram 4%, enquanto os indecisos ficaram em 11%.

O tracking, modalidade de pesquisa, tradicionalmente, utilizada nas campanhas eleitorais para identificar tendências na definição do voto, será divulgado diariamente pelo iG e pela TV Bandeirantes. Apesar do sistema ser empregado há mais de uma década pelos partidos políticos, os dados obtidos através das amostragens não eram divulgados por nenhum veículo de comunicação.

O método aplicado pelo Vox Populi/Band/iG consiste numa sondagem diária que conta com 2.000 entrevistas, sendo que um quarto dessa amostra é renovado diariamente. Essa renovação permite identificar, de forma rápida, as tendências de evolução das intenções de voto. A margem de erro do tracking é de 2,2 pontos porcentuais.

Na pesquisa espontânea, na qual os nomes dos candidatos são omitidos, Dilma surge com 41% das intenções de voto, enquanto J Serra aparece com 19%. Marina, nesse caso, tem 6%. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda é citado por 2% dos entrevistados. Brancos e nulos somaram 4%, não souberam ou não responderam 11%.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: