Publicado por: jromarq | 14/10/2010

A fácil decisão difícil de Marina

Associar seu nome a Serra, com tudo o que ele representa, significaria para Marina implodir ideologicamente sua história política. Que ela tenha uma percepção real sobre a pujança de
sua própria estatura política.
 

Nunca foi tão fácil para alguém tomar uma decisão tão difícil. Paradoxo? Vejamos. O esteio lógico da reflexão de Marina Silva é, de fato, bastante simples: quem NÃO escolher. Portanto, descartando-se a opção do retrocesso representada por Serra (nome que aglutina o que existe de mais anacrônico e reacionário, que representa a antítese cabal de toda a trajetória política, de todo o ideário propugnado por Marina, que comprometeria, seriamente, qualquer modelo ou projeto de defesa do meio ambiente com seus vínculos estreitos com os interesses do agronegócio nacional e estrangeiro, que representa a falta de ética, a perfídia e a malversação do erário), restam a Marina Silva duas alternativas: assumir a clássica postura da neutralidade ou apoiar Dilma Rousseff.

Em termos estratégicos, a neutralidade constituiria uma solução bastante confortável; de certa maneira, consolidaria sua posição de liderança no cenário político nacional, além de reforçar a tese da terceira via programática. Porém, será que nesse caso conforto estratégico representa, também, correção, bom senso e coerência dialética? Escolher Dilma não significa apenas optar pela via programática com melhor sintonia em relação às propostas formuladas pelo PV. Representa manter coerência com o passado de luta e conquistas democráticas vivenciados ao lado de Lula; representa manter correção quanto a valores éticos defendidos no decorrer de toda uma vida; e, sobretudo, representa bom senso no que diz respeito à manutenção do processo de conquistas sociais e econômicas com a imperativa defesa da sustentabilidade e preservação do meio ambiente. De fato, o discurso de Marina é perfeito: “Não podemos confundir amizade e nem mesmo afinidade ideológica com os interesses nacionais”. Concordo. Contudo, acrescentaria uma reflexão: “Apoiar Serra, por outro lado, não seria uma confusão ainda maior? Não seria o mesmo que confundir absoluta falta de ética com probidade? Não seria o mesmo que confundir gestão moderna, centrada no ser humano e na preservação do Planeta com o ideário da velha e deletéria oligarquia agroindustrial brasileira? Não seria o mesmo que confundir a defesa da Amazônia com os interesses comerciais daqueles que pretendem explorá-la de maneira predatória?”.

Qualquer cidadão com um mínimo de esclarecimento político consegue entrever que Serra é, nesse momento, a força aglutinadora de todos esses “valores”; a rota, através da qual, os retrógrados pretendem se reinstalar no poder. Associar seu nome a Serra e a tudo o que ele representa, significaria para Marina implodir ideologicamente sua história política, enchendo de tristeza o coração do guerreiro pacificador Chico Mendes, que, ao lado de Deus, deve estar observando com bastante apreensão o momento histórico e de crucial importância atravessado pelo país. Obviamente a escolha de Marina, seja ela qual for, não equivale necessariamente à decisão do segundo turno; ninguém pode garantir que a transferência de votos para A ou B se dará na mesma proporção do que for decidido. Entretanto, o que está em jogo aqui transcende, até mesmo, a importância do resultado da eleição presidencial. Considerar a hipótese de apoio de Marina à candidatura tucana representa o desmoronamento lógico da ética, a irremediável supremacia do vale-tudo na política. Portanto, que Marina Silva decida com sabedoria; que ela tenha uma percepção real sobre a pujança de sua própria estatura política.

Anúncios

Responses

  1. RT no Twitter :: Marina Silva, Tucanalhice, Mônica :: http://t.co/wZ0mtG8


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: